Costa Rica mostra estudo para aumentar exportações ao Brasil

No estudo foi detectado potencial para aumentar as exportações de produtos como plantas, compotas, geleias, molhos, inseticidas e acessórios de encanamento

San José – A Costa Rica tem potencial para aumentar as exportações de produtos industriais, alimentícios e agrícolas para o Brasil, para onde só destina 0,3% de suas exportações, segundo o Mapeamento de Mercado do Brasil apresentado nesta quinta-feira pela Promotora del Comercio Exterior (Procomer).

O estudo pretende identificar oportunidades comerciais para produtos costarriquenhos e faz parte da estratégia de diversificação de mercados.

O diretor de Inteligência Comercial da Procomer, Francisco Gamboa, disse que o Brasil “tem muitas indústrias fortes que oferecem oportunidades comerciais para as empresas costarriquenhas”.

“O Brasil representa hoje apenas 0,3% das exportações da Costa Rica e definitivamente não devemos dar as costas em nível de promoção comercial ao gigante econômico latino-americano”, ressaltou o representante da Procomer.

No estudo foi detectado potencial para aumentar as exportações costarriquenhas ao Brasil de produtos como plantas, compotas, geleias, molhos, inseticidas, acessórios de encanamento, resistências, interruptores de luz, cabos e motores elétricos, entre outros.

Dados do Ministério de Comércio Exterior da Costa Rica mostram que em 2012 a Costa Rica exportou bens por US$ 30,5 milhões, e importou produtos por US$ 426,5 milhões.