Corte na produção aumenta importações de minério de ferro na China

A China adotou medidas para reduzir a poluição que restringem a produção de produtos mais baratos de pequenas usinas

Pequim – As importações de minério de ferro pela China se recuperaram em julho, mostraram dados alfandegários na quarta-feira, impulsionadas pela produção recorde de aço e fortes margens, já que medidas para reduzir a poluição restringem a produção de produtos mais baratos de pequenas usinas.

O maior importador de minério de ferro do mundo comprou 89,96 milhões de toneladas da matéria-prima do aço no mês passado, segundo a Administração Geral das Alfândegas, acima dos 83,24 milhões de toneladas de junho e das 88,66 milhões de toneladas em julho do ano passado.

Os desembarques nos primeiros sete meses deste ano caíram 0,7 por cento em relação ao ano passado, para 620,65 milhões de toneladas, mostraram os dados da alfândega.

A China, a maior produtora de aço do mundo, produziu um recorde de 80,2 milhões de toneladas de aço bruto no mês passado, um pouco abaixo das 81,6 milhões de toneladas produzidas pelos Estados Unidos em todo o ano de 2017.

As margens de lucro das siderúrgicas chinesas atingiram níveis quase recordes de cerca de 1.100 iuanes (161,24 dólares)por tonelada, apoiados pelo corte contínuo de capacidade e pela repressão ambiental.

A demanda dos operadores de minério de ferro ainda era forte, especialmente devido à crescente escalada da disputa comercial entre os EUA e a China e ao enfraquecimento do iuan, disse Cao Ying, analista-chefe de aço da SDIC Essence Futures.

“Incertezas da situação do comércio exterior, especialmente as mudanças nas taxas de câmbio entre Pequim e Washington, podem estimular a demanda para reabastecer os estoques…”, disse ela, acrescentando que os comerciantes estão lidando para comprar minério importado últimos dias.

O iuan atingiu o maior valor em 14 meses, de 6,89 contra o dólar norte-americano na segunda-feira, depois que a China propôs novas tarifas sobre 60 bilhões de dólares em produtos importados dos Estados Unidos.

Em meio às notícias sobre a guerra comercial, os preços do aço na bolsa de Xangai fecharam em queda de 0,1 por cento, 4.236 iuanes (621,52 dólares) a tonelada.

Os futuros de minério de ferro mais ativos na bolsa de Dalian também caíram após três dias de ganhos, recuando 0,6 por cento, para 509 iuans por tonelada.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s