Copel e Elecnor concluem linha de transmissão no MA

O projeto demandou aproximadamente R$ 360 milhões em investimentos e tem uma receita anual estimada de mais de R$ 31 milhões para a concessionária

São Paulo – A estatal paranaense Copel e a espanhola Elecnor promoveram na madrugada de terça-feira, 2, a entrada em operação da linha de transmissão Açailândia-Miranda II, no Maranhão.

O projeto demandou aproximadamente R$ 360 milhões em investimentos e tem uma receita anual estimada de mais de R$ 31 milhões para a concessionária.

A Elecnor tem 51% de participação na sociedade e a Copel detém os outros 49%.

A linha de transmissão Açailândia-Miranda II opera em extra-alta tensão (500 mil volts) e possui 365 quilômetros de extensão, cortando 11 municípios maranhenses.

Também foram contempladas obras de ampliação nas duas subestações conectadas, destacou a Copel.

O projeto aumenta a confiabilidade de suprimento de energia ao Maranhão, sobretudo à capital, São Luís, e também amplia o limite de troca de energia entre as regiões Norte e Nordeste.