Contratação nos EUA cresce abaixo das expectativas em junho

Agora aumenta a pressão para que o Fed tome mais ações para impulsionar a economia, além de colocar em risco a reeleição do presidente Barack Obama

Washington – Os empregadores norte-americanos contrataram num ritmo desanimador em junho, aumentando a pressão sobre o Federal Reserve (banco central dos Estados Unidos) para tomar mais ações para impulsionar a economia, além de colocar em risco a reeleição do presidente Barack Obama em novembro.

O Departamento do Trabalho informou nesta sexta-feira que foram criadas apenas 80 mil empregos fora do setor agrícola em junho, abaixo das expectativas dos analistas, mas um pouco acima da leitura revisada de maio de criação de 77 mil vagas.

A criação de empregos durante o mês não foi suficiente para diminuir a taxa de desemprego do país, que está atualmente em 8,2 por cento. O relatório alimentou preocupações de que a crise da dívida da zona do euro está colocando a economia norte americana numa marcha mais lenta.