Consumo de bens de capital mecânicos cresce 7,2% em janeiro

Eliminando o efeito cambial, no entanto, foi registrada queda de 5,6% em relação a janeiro de 2013, de acordo com os indicadores conjunturais da Abimaq

O consumo de bens de capital mecânicos – máquinas para produção – cresceu 7,2% em janeiro, na comparação com dezembro de 2013, subindo para R$ 10,119 bilhões.

Na comparação com janeiro do ano passado, o crescimento foi 5,7%. Eliminando o efeito cambial, no entanto, foi registrada queda de 5,6% em relação a janeiro de 2013, de acordo com os indicadores conjunturais da Associação Brasileira de Máquinas e Equipamentos (Abimaq), divulgados hoje (26).

A média anual da participação da importação no consumo brasileiro de máquinas e equipamentos saltou de 52% em 2007 para 67% em 2014.

O faturamento da indústria brasileira de máquinas e equipamentos alcançou R$ 5,228 bilhões, queda de 10,7% sobre o mês anterior. Na comparação anual (janeiro 2014 e janeiro 2013) o faturamento teve queda de 2,6%.

Segundo os dados, as exportações de janeiro atingiram US$ 1,130 bilhão, 15,3% abaixo do resultado de dezembro. Na comparação com janeiro do ano passado, houve crescimento de 48%.

Nas importações, janeiro registrou US$ 2,998 bilhões, o que representa um crescimento de 10,6% ante dezembro e 10,2% com relação a janeiro de 2013.

De acordo com a Abimaq, o saldo da balança comercial de máquinas e equipamentos em janeiro apresentou déficit de US$ 1,868 bilhão, com crescimento de 35,6% quando comparado com o mês de dezembro de 2013. Na comparação com janeiro de 2013, houve queda de 4,7%.