Conheça os principais exportadores de aço e alumínio aos EUA

As importações americanas de aço em 2017 representaram 33,460 bilhões de dólares contra 24,28 bilhões em 2016, um aumento de 37,8%

Os Estados Unidos anunciaram nesta quinta-feira (8) taxas de 25% sobre a importação de aço e de 10% sobre as de alumínio, com isenções condicionadas a Canadá e México.

As importações americanas de aço em 2017 representaram 33,460 bilhões de dólares contra 24,28 bilhões em 2016, um aumento de 37,8%.

Enquanto isso, os Estados Unidos compraram alumínio, no exterior, pelo valor de 17,310 bilhões em 2017 contra 13,140 no ano anterior, um aumento de 31,7%.

Veja a seguir a relação dos 10 países que lideram as importações americanas, tanto em porcentagem como em valor absoluto, segundo dados do Departamento de Comércio.

Exportadores de aço:

Canadá – 15,6%, o que representa 5,2 bilhões de dólares

Brasil – 9,1% (US$ 3 bi)

Coreia do Sul – 8,3% (US$ 2,8 bi)

Rússia – 8% (US$ 2,7 bi)

México – 7,1% (US$ 2,4 bi)

Japão – 4,8% (US$ 1,6 bi)

Alemanha – 4,6% (US$ 1,5 bi)

Turquia – 3,7% (US$ 1,2 bi)

Taiwan – 3,7% (US$ 1,2 bi)

África do Sul – 2,9% (US$ 982 mi)

A China, alvo da administração Trump, está na 11ª colocação com 2,7% (US$ 900,57 milhões).

Exportadores de alumínio:

Canadá – 40% (US$ 7 bi)

China – 9,7% (US$ 1,7 bi)

Rússia – 9,1% (US$ 1,6 bi)

Emirados Árabes Unidos – 8,0% (US$ 1,4 bi)

Bahrein – 3,5% (US$ 602 mi)

Argentina – 3,2% (US$ 547 mi)

Alemanha – 2,3% (US$ 392 mi)

Índia – 2,1% (US$ 371 mi)

Austrália – 2,1% (US$ 362 mi)

África do Sul – 2,0% (US$ 340 mi)