Congelar produção de petróleo é começo, diz Arábia Saudita

Para Al-Naimi, preços acima de US$ 100 por barril encorajaram produtores ineficientes a aumentar a produção

Houston – O ministro do Petróleo da Arábia Saudita, Ali al-Naimi, disse que seu país e outros exportadores de petróleo continuam trabalhando em um acordo para congelar a produção.

“O congelamento é o começo de um processo”, afirmou ao participar de evento em Houston.

“Se pudermos reunir os maiores produtores em um acordo para não aumentar a produção, então esses estoques altos irão provavelmente declinar com o tempo”, comentou.

Para Al-Naimi, preços acima de US$ 100 por barril encorajaram produtores ineficientes a aumentar a produção e esses barris, segundo ele, terão que sair do mercado.

“Isso soa duro, mas é a forma mais eficiente de reequilibrar o mercado”, pontuou.