Conflitos na Catalunha podem afetar recuperação da Espanha

Os bônus do governo espanhol seguem sob pressão, com o retorno do bônus de 10 anos em alta de cerca de 2 pontos-base, para 1,72% na manhã desta quarta-feira

Madri – A economia espanhola tem se saído bem na zona do euro nos últimos trimestres, porém a campanha pela separação da Catalunha gera dúvidas sobre o quadro, segundo David Madden, analista de mercado da consultoria CMC Markets.

“A economia espanhola tem estado em modo de recuperação nos últimos anos, mas a questão catalã poderia atrapalhar a retomada”, diz o economista.

Os bônus do governo espanhol seguem sob pressão, com o retorno do bônus de 10 anos em alta de cerca de 2 pontos-base, para 1,72% na manhã desta quarta-feira.

De acordo com uma associação que representa empresas pequenas e médias na Catalunha, a PIMEC, cerca de 85% dessas companhias participaram da greve geral da terça-feira.

“Estamos enfrentando uma situação sem precedentes”, sustenta a PIMEC, dizendo que o apoio à paralisação foi quase unânime.

O setor agrícola teve a maior participação, de 99%, enquanto no manufatureiro houve a menor, em 65%. A atual situação reflete “a progressiva deterioração da relação entre Catalunha e Espanha”, diz a entidade, que defende que os governos central e regional deveriam ter cooperado para organizar um plebiscito sobre a separação da Catalunha. Fonte: Dow Jones Newswires.