Confiança do empresário do comércio cresce 2,1%

É o melhor resultado dos últimos 11 meses, apesar disso, houve uma queda de 4,8% em relação a junho de 2015

O Índice de Confiança do Empresário do Comércio (Icec), medido pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), cresceu 2,1% em junho deste ano, na comparação com o mês anterior, alcançando 82,3 pontos.

É o melhor resultado dos últimos 11 meses. Apesar disso, houve uma queda de 4,8% em relação a junho de 2015.

Na comparação com maio, a avaliação dos empresários do comércio se manteve praticamente estável, ao registrar taxa de -0,1%. Já as expectativas em relação aos próximos meses cresceram 4,3%. A intenção de investimentos e avaliação de estoques teve alta de 2,3%.

Já na comparação com junho de 2015, houve quedas de 15% na avaliação do empresário sobre o momento atual e de 9,4% nas intenções de investimentos e avaliação de estoques. E as expectativas em relação aos próximos meses tiveram aumento de 2,2%.

Para a CNC, a confiança dos empresários tem evoluído de forma positiva nos últimos meses.

Apesar disso, ainda não há fatores que indiquem a retomada do desempenho positivo das vendas no comércio varejista, já que a demanda continua baixa em função da deterioração do mercado de trabalho e do encarecimento do crédito.