Confiança do consumidor dos EUA sobe para máxima em 6 anos

Alta veio com melhores perspectivas financeiras e econômicas dos norte-americanos, particularmente entre as famílias de renda maior

Nova York – A confiança do consumidor dos Estados Unidos se recuperou no início de maio para o maior nível em quase seis anos, com melhores perspectivas financeiras e econômicas dos norte-americanos, particularmente entre as famílias de renda maior, mostrou pesquisa da Thomson Reuters com a Universidade de Michigan nesta sexta-feira.

A leitura preliminar do índice geral de confiança do consumidor subiu para 83,7, ante 76,4 em abril, superado as expectativas de economistas de 78. Foi o maior nível desde julho de 2007.

A medida das condições econômicas atuais saltou para 97,5 neste mês, ante 89,9, a máxima desde outubro de 2007, enquanto a avaliação das expectativas do consumidor aumentou para 74,8, ante 67,8.

Mais consumidores deram visão favorável sobre suas finanças pessoais do que em qualquer outro período desde 2007. Mais participantes da pesquisa também pensam que a economia continuará melhorando no próximo ano.