Confiança do consumidor cai em novembro com piora generalizada

A queda mais acentuada foi observada no subíndice de emprego. De outubro para novembro houve recuou de 2,4 pontos, indo a 27,8

São Paulo – A confiança do consumidor brasileiro voltou a cair em novembro após avançar no mês anterior diante da deterioração em todos os subíndices pesquisados, segundo o indicador da Thomson Reuters/Ipsos divulgado nesta quarta-feira.

O Índice Primário de Sentimento do Consumidor (PCSI, na sigla em inglês) recuou 1,6 ponto em novembro e foi a 38,3.

A queda mais acentuada foi observada no subíndice de emprego. De outubro para novembro houve recuou de 2,4 pontos, indo a 27,8.

A segunda maior queda, de 1,7 ponto, foi registrada no quesito que mede as condições atuais, para 26,7.

Também apresentaram perdas os subíndices expectativas, de para 65,2 de 66,2; e investimento, a 37,6 de 38,4.

Em outubro o índice de confiança do consumidor medido pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) atingiu o nível mais alto em quase dois anos diante da melhora das expectativas.