Condomínios industriais dobrarão até 2014, diz consultoria

Em dois anos, total construído passou de 3,4 milhões de metros quadrados para 5,1 milhões

Pesquisa da Colliers International Brasil conclui que a evolução do inventário de condomínios industriais passou de 3,4 milhões de metros quadrados em 2009, para 5,1 milhões de m² em 2011.

A consultoria estima que o número tende a dobrar, tornando o inventário de condomínios industriais no Brasil próximo de 10,7 milhões de m², até o final de 2014.

De acordo com a pesquisa, o Sudeste será responsável por 83% desse crescimento. Os estados de São Paulo e Rio de Janeiro devem apresentar maior participação neste novo inventário, com 65% e 11%, respectivamente.

No primeiro trimestre de 2011, a vacância no mercado nacional de condomínios industriais apresentou taxa de 8,5%, apontando uma queda de 0,2% em relação ao trimestre anterior, comenta a Colliers.

“O cenário macroeconômico nacional tem influenciado a expansão dos condomínios industriais no país, desde o final de 2009. Apesar do momento econômico favorável, a velocidade de absorção em algumas regiões, tal como o Estado de São Paulo, apresenta-se abaixo da média nacional, em razão da grande quantidade de condomínios lançados em curto período de tempo”, diz a Colliers Brasil em nota.