Conab anuncia leilão de subvenção de algodão para dia 25

Leilão de Prêmio Equalizador Pago ao Produtor Rural terá até 501 mil toneladas de algodão

São Paulo - A Companhia Nacional de Abastecimento (<strong><a href="http://www.exame.com.br/topicos/conab">Conab</a></strong>) realizará no próximo dia 25 leilão de Prêmio Equalizador Pago ao Produtor Rural (Pepro) para até 501 mil toneladas de <strong><a href="http://www.exame.com.br/topicos/algodao">algodão</a></strong>, uma subvenção que visa movimentar os negócios com a pluma em tempos de preços baixos. </p>

O volume de negócios que terá apoio do governo representa quase 30 por cento da safra brasileira 2013/14 de algodão, estimada em 1,734 milhão de toneladas.

A estatal informou em nota que a operação será a primeira do ano, devendo incentivar a venda e o escoamento de algodão das safras 2013/2014 e 2014.

Para os leilões de Pepro de algodão, o governo federal liberou nesta semana 250 milhões de reais, abaixo da promessa inicial de liberação de 300 milhões de reais.

O leilão tem como foco a produção dos Estados da Bahia, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Piauí, São Paulo e Tocantins.

Produtores mato-grossenses e baianos, os principais produtores do Brasil, terão acesso aos maiores lotes, de 291 mil toneladas e 140 mil toneladas, respectivamente.

Nos Estados em que os produtores receberão a subvenção, os preços recebidos pelos agricultores estão abaixo do mínimo de 54,90 reais a arroba (15 kg), segundo a Conab.

Os arrematantes do prêmio podem ser produtores rurais ou cooperativas.

O produto, em pluma, deverá ser vendido e escoado para fora do Estado que foi plantado.

Quando a venda for para o Estado de plantio, terá que ser comprovada a sua venda e transformação em fio ou tecido por uma indústria de fiação, segundo a Conab.