Como resolver nosso problema tributário, de acordo com Bernard Appy

Diretor do Centro de Cidadania Fiscal (CCF) é o primeiro entrevistado em nova série da plataforma UM BRASIL antecipada com exclusividade para EXAME

São Paulo – Ineficiente, injusto e incompreensível: este é o sistema tributário brasileiro – mas uma solução é possível.

“Quando discutimos tributação é comum haver conflitos como distribuição de renda e eficiência econômica. Nosso sistema é tão ruim, que é possível fazer as duas coisas ao mesmo tempo”, diz Bernard Appy.

O economista é diretor do Centro de Cidadania Fiscal (CCF), ex-secretário de Política Econômica e ex-secretário executivo do Ministério da Fazenda.

Ele foi entrevistado pela série “Brasil: ponto de partida?”, parceria da plataforma UM BRASIL, uma iniciativa da Fecomercio SP, com o Centro de Liderança Pública (CLP).

A série é parte do Projeto Visão Brasil 2030, idealizado em 2013 e que tem como objetivo pensar soluções para o país, em áreas prioritárias como saúde, infraestrutura, educação e segurança pública, entre outras.

Appy classifica o sistema tributário brasileiro como algo com mais exceções do que regras e defende um imposto único sobre valor agregado (IVA).

Ele teria alíquota única para todos os bens e serviços, mas que pode variar entre estados e municípios, com transição ao longo de uma década e sem isenções, com exceção de algumas políticas sociais.

Veja a entrevista completa, antecipada com exclusividade para EXAME: