Comissão Europeia prepara recomendações contra desemprego

A organização vai analisar as propostas de reforma do mercado de trabalho de cada integrante da Comissão Europeia

Brasília – Preocupada com o aumento do número de desempregados na maioria dos 27 países da União Europeia (UE), a Comissão Europeia prepara uma relação de 30 recomendações aos governos da região. A ideia é executar ações que combatam o desemprego no mercado de trabalho europeu.

“Os números confirmam a urgência de criar mais empregos que sejam mais sustentáveis”, disse o porta-voz da Comissão Europeia para os Assuntos Sociais, Johnatan Todd. Ele acrescentou que a organização vai analisar as propostas de reforma do mercado de trabalho de cada integrante da Comissão Europeia.

Segundo o Eurostat, o instituto de estatísticas da UE, a taxa de desemprego atinge a média de 10,9%, nos países da zona do euro, enquanto nos demais países é 0,2%.

A insatisfação dos europeus com as políticas de contenção para o combate aos efeitos da crise econômica internacional e o medo com o aumento do desemprego dominaram as manifestações ontem (1º), Dia do Trabalho, em vários países da Europa.