Governo espera arrecadar R$ 4,5 bi com 3ª licitação do pré-sal

CNPE aprovou um calendário plurianual para a realização de dez rodadas de áreas exploratórias de óleo e gás, entre 2017 e 2019

Brasília – O governo federal espera arrecadar cerca de 4,5 bilhões de reais com a 3ª Rodada de Licitações de áreas de petróleo e gás do pré-sal, prevista para novembro deste ano, disse nesta terça-feira o ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho, após reunião do Conselho Nacional de Política Energética (CNPE) que aprovou a realização do leilão.

Esse volume de arrecadação de bônus de assinatura representa aproximadamente a metade de tudo que o governo pretende arrecadar este ano com licitações de áreas de petróleo, que deve totalizar algo entre 8,5 bilhões e 9 bilhões de reais, segundo o ministro.

Além da 3ª rodada do pré-sal, o governo quer antecipar de setembro para junho a realização da 2ª Rodada do pré-sal, que envolve as chamadas áreas unitizáveis. Deve realizar também este ano a 14ª Rodada de licitações no regime de concessão (fora do pré-sal) e a 4ª Rodada de acumulações marginais.