Circulação de jornais cresce 1,8% em 2012, aponta IVC

Aumento se deve ao avanço das edições digitais das publicações, que tiveram alta de 128% na comparação com 2011

São Paulo – Os jornais brasileiros tiveram crescimento médio de 1,8% na circulação em 2012. Os dados são do Instituto Verificador de Circulação (IVC), órgão responsável pela auditoria de jornais e revistas no Brasil. O aumento se deve ao avanço das edições digitais das publicações, que tiveram alta de 128% na comparação entre 2012X2011. Elas respondem por 100% de 1,8% e já representam 3,2% da circulação total.

O balanço do meio Jornal aponta ainda aumento de 3,4% no número de assinaturas e venda avulsa estabilizada. A média diária de circulação brasileira no período foi de 4.520.820 exemplares, novo recorde histórico para a auditoria da entidade. O levantamento é feito com base em toda a circulação paga auditada pelo instituto.

Os dados consolidados do balanço do ano do meio Jornal mostram jornais de preço entre 1 e 2 reais com crescimento de 2,4%. Já os populares (até 99 centavos), tiveram incremento de 1,8%. Os títulos com preço de capa acima de 2 reais continuam crescendo, com avanço de 1,2% na circulação.

De acordo com o presidente executivo do IVC, Pedro Martins Silva, os jornais acompanharam o cenário econômico. “O crescimento ficou abaixo dos anos anteriores, de acordo ao PIB. Contudo, isso não aconteceu por conta da queda no consumo e sim pela baixa no investimento dos empresários do setor”, destaca.