Chuvas em São Paulo: supermercados devem ter prejuízo de R$ 31 mi

No caso de todo o setor de comércio, o prejuízo causado pelas chuvas de segunda-feira deve chegar a R$ 110 milhões

São Paulo — As chuvas que atingiram a Grande São Paulo e a Baixada Santista na segunda-feira, 10, devem causar um prejuízo de r$ 31 milhões aos supermercados, estima a associação paulista de supermercados (apas). O valor corresponde a 20% do faturamento do dia (segunda-feira).

Segundo a Apas, não há risco de desabastecimento, já que o Ceagesp deve abrir nesta quarta-feira. “Um aumento de preço pode ser pontual também, mas não deve acontecer, já que a chuva não afetou a cadeia de produção, apenas a distribuição”, diz a associação.

No caso de todo o setor de comércio, o prejuízo causado pelas chuvas deve chegar a R$ 110 milhões, de acordo com a Federação de Comércio do Estado.

As estimativas foram feitas a partir de uma pesquisa realizada hoje com os associados, que representam um terço das lojas da Grande São Paulo e da Baixada Santista.