China removerá restrições de negócios para bancos estrangeiros

O governo também apoiará os governos locais que enfrentam dificuldades fiscais para garantir pagamentos de salários

Pequim — A China removerá as restrições de negócios para bancos estrangeiros, corretoras e empresas de administração de fundos, determinou nesta quarta-feira uma reunião do gabinete presidida pelo primeiro-ministro chinês, Li Keqiang, segundo a televisão estatal.

A China não permitirá transferências forçadas de tecnologia por empresas estrangeiras, completou a TV estatal.

O governo também apoiará os governos locais que enfrentam dificuldades fiscais para garantir pagamentos de salários, acrescentou.