China reduz cota em dívida estrangeira para conter fluxos

Pequim – A China reduziu sua cota de dívida estrangeira de curto prazo para 2010 em 1,5 por cento, para evitar fluxos de capital “anormais”, disse o regulador de câmbio nesta quinta-feira.

Muitos economistas veem a dívida de curto prazo como um dos indicadores de apostas na valorização do iuan e a redução da cota pode ter o objetivo de reduzir essa especulação.

A cota, aplicada a bancos e algumas empresas, será determinada em 32,4 bilhões de dólares no ano fiscal que se encerrar em 31 de março de 2011.

Leia mais sobre a China