China promete acelerar reestruturação de estatais de manufatura

Os governos locais também venderão ativos estatais "de forma gradual" para ajudar a cobrir déficits de fundos previdenciários

Pequim – O Conselho Estatal da China, o gabinete chinês, prometeu acelerar a reestruturação de estatais do chamado “cinturão da ferrugem”, área de intensa concentração de manufatura no nordeste do país, como parte de uma estratégia para impulsionar o crescimento econômico local.

Com base num piloto programa, os governos das províncias de Liaoning, Jilin e Heilongjiang vão determinar que entre 10 e 20 empresas de cada região busquem a consolidação por meio de acordos de fusão, informou o gabinete em mensagem publicada no site do governo central.

Os governos locais também venderão ativos estatais “de forma gradual” para ajudar a cobrir déficits de fundos previdenciários, de acordo com o comunicado. Além disso, a redução do excesso de capacidade na indústria de carvão será acelerada.

Em maio, o governo central anunciou planos de gastar pelo menos 1,6 trilhão de yuans (US$ 233,4 bilhões) nos próximos três anos para reavivar a economia do cinturão da ferrugem.

Fonte: Dow Jones Newswires.