China possui US$ 1,3 trilhão de dívida dos EUA

A relação dívida-credor das duas maiores economias mundiais continua se ampliando

Washington – O total da dívida norte-americana em poder da China superou 1,3 trilhão pela primeira vez em outubro, equivalente a quase 1.000 dólares por cidadão chinês, segundo dados publicados nesta segunda-feira pelo Departamento de Tesouro dos Estados Unidos.

Se forem considerados os ativos detidos pelo território de Hong Kong, o total de títulos norte-americanos em poder da China alcança o recorde de 1,44 trilhão, contra 1,31 trilhão há um ano.

A relação dívida-credor das duas maiores economias mundiais continua se ampliando apesar de a China sugerir, em outubro, que reduziria a acumulação de dólares por causa da batalha política no Congresso norte-americano sobre a dívida.

A China multiplicou seus alertas durante o ano passado sobre o risco que implica a enorme dívida norte-americana.

Mas sendo ambos países os maiores sócios comerciais do outro e a China registrando superávit no intercâmbio bilateral, continua acumulando papéis do Tesouro norte-americano, para evitar que sua divisa, o yuan, se valorize muito.

A divisa norte-americana representa quase 40% do total de reservas estrangeiras detidas pela China, que alcançavam 3,66 trilhões de dólares no fim do terceiro trimestre.

O Japão é o segundo maior credor dos Estados Unidos, possuindo 1,17 trilhão de dólares em dívida norte-americana, contra 1,13 trilhão um ano atrás.