China exporta e importa bem mais do que o previsto em novembro

No mês passado, as exportações chinesas medidas em dólares tiveram expansão anual de 12,3%, depois de crescerem 6,9% em outubro

Pequim – As exportações da China aumentaram pelo nono mês consecutivo em novembro e em ritmo mais forte, à medida que a demanda externa por bens da segunda maior economia do mundo manteve-se sólida.

No mês passado, as exportações chinesas medidas em dólares tiveram expansão anual de 12,3%, depois de crescerem 6,9% em outubro, segundo dados da Administração Geral de Alfândega do país.

O resultado superou de longe a expectativa de analistas consultados pelo The Wall Street Journal, que previam acréscimo de 6% nas exportações.

As importações da China, por sua vez, saltaram 17,7% em novembro ante igual mês do ano passado, após mostrarem alta de 17,2% em outubro.

Também neste caso, a projeção do mercado era de ganho significativamente menor, de 12%. Desde janeiro, as importações chinesas vêm exibindo crescimento de dois dígitos.

Já o superávit comercial da China aumentou para US$ 40,21 bilhões em novembro, de US$ 38,2 bilhões em outubro, vindo acima da previsão de analistas, que era de saldo positivo de US$ 34,2 bilhões.