China baterá meta de crescimento em 2013, diz NDRC

No segundo semestre, o país deve avançar com a reforma dos preços dos recursos naturais e dos impostos sobre o carvão e outros recursos

Pequim – A China usará medidas específicas para atingir a meta de crescimento em 2013, afirmou o diretor da Comissão Nacional de Desenvolvimento e Reforma (NDRC) da China, Xu Shaoshi. Para ele, o país será capaz de cumprir as suas metas econômicas e sociais neste ano.

No primeiro semestre, a economia cresceu 7,6% no primeiro semestre, à frente da meta oficial de 7,5%, mas alguns economistas esperavam que a economia chinesa perderia a força em função da fraca demanda no exterior e de um crescimento decepcionante do consumo doméstico.

Em um relatório ao Comité Permanente da Assembleia Popular Nacional, Xu afirmou que na segunda metade de 2013, a China vai avançar com a reforma dos preços dos recursos naturais e dos impostos sobre o carvão e outros recursos. Além disso, ele disse que o governo chinês vai acelerar as mudanças do financiamento do investimento ferroviário e tomará medidas para estabelecer a reforma do sistema fiscal.

No documento, Xu ainda afirmou que o governo chinês aceleraria o desenvolvimento de um sistema de seguro de depósito e que estaria pensando em permitir que mais instituições financeiras privadas fossem criadas.

Xu disse que a China vai melhorar os instrumentos que compõem a taxa de câmbio, mas garantiu mque o BC chinês espera manter o yuan “basicamente estável em um nível razoável e equilibrado”. Fonte: Dow Jones Newswires.