Cesta básica paulistana do Procon-SP cai 0,19% na semana

Levantamento aponta que o preço médio do conjunto de itens essenciais passou de R$ 398,87, em 11 de setembro, para R$ 398,12, nesta quinta-feira

São Paulo – Após alta de 0,26% na semana anterior, o valor da cesta básica paulistana apresentou queda de 0,19% entre os dias 12 e 18 de setembro, segundo pesquisa da Fundação Procon-SP, em convênio com o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese).

Dos 31 produtos pesquisados, 14 aumentaram de preço, 13 apresentaram queda e 4 permaneceram estáveis.

O levantamento divulgado nesta quinta-feira, 18, aponta que o preço médio do conjunto de itens essenciais passou de R$ 398,87, em 11 de setembro, para R$ 398,12, nesta quinta-feira.

Com o resultado, a variação no mês de setembro está positiva em 1,92% e, nos últimos 12 meses, a elevação do custo da cesta básica ficou em 8,57%.

De 12 a 18 de setembro, entre os três grupos analisados, houve inflação apenas em Limpeza (0,79%).

Alimentação e Higiene Pessoal registraram deflação de 0,33% e 0,03%, respectivamente. No período, os produtos que mais subiram foram alho (5,28%), salsicha avulsa (4,22%), detergente líquido (3,33%), sabão em barra (2,06%) e papel higiênico fino branco (1,43%).

Já as maiores quedas foram constatadas nos seguintes produtos: feijão carioquinha (-4,35%), batata (-4,17%), açúcar refinado (-2,32%), desodorante spray (-1,48%) e creme dental (-1,37%).

Os quatro produtos cujos preços permaneceram estáveis foram margarina; óleo de soja; biscoito maisena e sabonete.