Cemig quita recebimento de créditos do CRC de R$4,2 bi

A CRC foi um mecanismo criado pelo governo federal para compensar insuficiências tarifárias das empresas de energia, em um período em que as tarifas não sofriam os ajustes

São Paulo – A Cemig quitou o recebimento dos créditos referentes à Conta de Resultados a Compensar (CRC) com o Estado de Minas Gerais, no total de 4,2 bilhões de reais, informou a empresa em comunicado nesta terça-feira.

O valor inclui a correção e o acréscimo de juros previstos no contrato até a data do efetivo pagamento, concluído em 11 de março, informou a Cemig.

A CRC foi um mecanismo criado pelo governo federal para compensar insuficiências tarifárias das empresas de energia, em um período em que as tarifas não sofriam os ajustes como ocorre atualmente e eram usadas como instrumentos de controle da inflação pelo governo. Para garantir uma remuneração mínima para as empresas, o governo gerava créditos na CRC.

Em maio do ano passado a Cemig aprovou a liquidação antecipada da dívida relacionada à CRC, com a previsão de um desconto de 35 % nos valores devidos.