CE diz que vitória do “não” deixará a Grécia frágilizada

Presidente da Comissão destacou que mesmo no caso de vitória do 'Sim', bloco terá dificuldades para negociar

Luxemburgo – O presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, afirmou nesta sexta-feira que uma vitória do ‘Não’ no referendo deste domingo na Grécia deixará o governo de Atenas em posição “consideravelmente frágil” para negociar.

“Se os gregos votarem ‘Não’, a posição da Grécia será consideravelmente frágil”, disse Juncker em uma entrevista coletiva em Luxemburgo, na qual destacou que mesmo no caso de vitória do ‘Sim’, “teremos dificuldades” para negociar.