Catar está comprometido com cortes de petróleo, diz Kuweit

Arábia Saudita, os Emirados Árabes Unidos, o Bahrein e o Egito romperam os laços com o Catar ao acusarem Doha de apoiar militantes islâmicos e o Irã

Dubai – O Catar continua comprometido com um corte de produção de petróleo acordado pelos produtores da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) e outros países no mês passado, afirmou nesta terça-feira o ministro do petróleo do Kuweit, segundo a agência de notícias estatal do país KUNA, apesar de uma disputa com alguns poderosos produtores de petróleo vizinhos.

“O Catar está… comprometido com a decisão de corte de oferta e seu índice de conformidade varia entre 93 e 102 por cento”, afirmou o ministro, Essam al-Marzouq, segundo a KUNA.

A Arábia Saudita, os Emirados Árabes Unidos, o Bahrein e o Egito romperam os laços com o Catar ao acusarem Doha de apoiar militantes islâmicos e o Irã, o que Doha nega.