CAE adia análise de perdão de dívida africana

A decisão ocorreu para atender a pedido do relator das mensagens, o senador Ricardo Ferraço (PMDB-ES)

Brasília (AE) – A Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado adiou na manhã desta terça-feira (4) a análise das mensagens presidenciais que pedem a renegociação e o perdão de dívidas de cinco países africanos no valor aproximado de US$ 709 milhões.

A decisão ocorreu para atender a pedido do relator das mensagens, o senador Ricardo Ferraço (PMDB-ES), por mais tempo para apreciar o assunto e apresentar seu parecer sobre cada uma das operações.

No final de maio, em visita a Adis Abeba, na Etiópia, a presidente Dilma Rousseff anunciou o perdão e a renegociação de dívidas de 12 países da África.

As cinco mensagens beneficiam os seguintes países: Congo-Kinshasa (US$ 4,7 milhões), Congo-Brazzaville (US$ 352,6 milhões), Zâmbia (US$ 113,4 milhões), Tanzânia (US$ 236,9 milhões) e Costa do Marfim (US$ 1,2 milhão).