Brent sobe Por expectativas sobre diplomacia EUA-Irã

Às 14h27, o Brent avançava 0,12 dólar, a 108,76 dólares por barril, enquanto o petróleo dos EUA recuava 0,41 dólar e era negociado a 102,72 dólares por barril

Nova York – Os preços do petróleo Brent avançavam pelo segundo dia consecutivo nesta quarta-feira, sustentados por um arrefecimento das expectativas de que as conversas sobre o programa nuclear iraniano traria um rápido degelo nas relações do país com os Estados Unidos, o que levaria o petróleo iraniano de volta ao mercado.

Às 14h27 (horário de Brasília), o Brent avançava 0,12 dólar, a 108,76 dólares por barril, enquanto o petróleo dos EUA recuava 0,41 dólar e era negociado a 102,72 dólares por barril.

O petróleo dos EUA foi negociado em alta na maior parte da manhã, mas então passou a cair, pressionado por dados da Administração de Informações de Energia (AIE), que mostraram uma alta nos estoques de petróleo nos Estados Unidos, que subiram contra as expectativas do mercado, que projetava recuo de 1,129 milhão de barris.

Anteriormente no dia, o Brent chegou a subir mais de 1 dólar e atingir a máxima da sessão de 110,09 dólares.

O impasse do Ocidente sobre o programa nuclear iraniano tem ajudado a sustentar os preços do petróleo há quase uma década.

Anos de sanções reduziram as exportações de petróleo do Irã em mais de 1 milhão de barris por dia (bpd) e já cortaram as vendas de petróleo de Teerã na metade desde 2011.

O Irã concordou em conversar sobre seu programa nuclear com os principais diplomatas de seis potências mundiais na quinta-feira, incluindo o secretário de Estado dos EUA, John Kerry, reforçando as expectativas de que as relações de Teerã com os Estados Unidos poderia descongelar.

A tentativa fracassada de organizar um simples aperto de mão entre o presidente dos EUA, Barack Obama, e o presidente do Irã, Hassan Rouhani, à margem da Assembleia Geral das Nações Unidas, no entanto, destacou uma forte desconfiança que dificilmente será superada.