Brent recua com dados fracos da indústria dos EUA

Série de problemas na oferta global reduzia as perdas

Londres – Os futuros do petróleo Brent recuaram abaixo de 106 dólares por barril nesta terça-feira pressionados por preocupações com dados econômicos fracos nos Estados Unidos e na China, os dois principais países consumidores da commodity, embora uma série de problemas na oferta global reduzisse as perdas.

Uma falha na produção do campo de Buzzard, no Mar do Norte, e uma interrupção breve nos carregamentos da Líbia devido ao mau tempo ajudaram a evitar maiores perdas do Brent, que tem registrado quedas seguidas nas últimas sessões devido a turbulência nos países emergentes e mercados acionários.

O Brent recuava 0,29 dólar às 9h30 (horário de Brasília), a 105,75 dólares por barril, após duas sessões com quedas.

O petróleo nos EUA ganhava 0,22 dólar, a 96,65 dólares por barril, após registrar na segunda-feira sua maior queda percentual em quase um mês, acompanhando as bolsas de ações do país.

“Ainda há pressão sobre o Brent. Há preocupações sobre o crescimento dos mercado emergentes. Os números que saíram ontem nos EUA também causam preocupação”, disse o analista Michael Hewson, da CMC Markets.

A atividade manufatureira dos Estados Unidos desacelerou com força em janeiro devido à maior queda em anos das novas encomendas, sugerindo que a economia perdeu fôlego no início de 2014.

O cenário econômico também tornou-se obscuro devido a outro dado na segunda-feira mostrando que os gastos com projetos de construção quase não cresceram em dezembro.