Brent fica perto de US$98 após perdas na sessão anterior

Possível redução da meta de produção da Opep equilibrou a preocupação do mercado com uma ampla oferta, em momento de demanda frágil

Londres – O petróleo Brent estabilizou-se perto de 98 dólares por barril nesta sexta-feira, não muito distante da mínima de 26 meses registrada no início da semana, com conversas sobre uma possível redução da meta de produção da Opep equilibrando a preocupação do mercado com uma ampla oferta em momento de demanda frágil.

O Brent caiu na segunda-feira à menor cotação desde julho de 2012, com a oferta de petróleo superando a desaceleração da demanda na Europa e na Ásia, em um momento em que um excedente de petróleo leve de alta qualidade no Mar do Norte com entrega imediata estava sendo oferecido com descontos em relação aos preços futuros.

O secretário-geral da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) respondeu à queda nos preços dizendo que espera que o cartel, que responde por cerca de um terço da produção mundial de petróleo, vai reduzir o bombeamento no ano que vem.

O Brent era negociado estável a 97,70 dólares por barril às 9h45 (horário de Brasília), enquanto o petróleo nos EUA tinha queda de 0,24 por cento, a 92,85 dólares por barril.

Os dois contratos viram suas maiores quedas em mais de duas semanas na quinta-feira.

“É muito difícil encontrar qualquer fator de alta nos preços. As economias da China e da Europa estão fracas e colocam pressão sobre as cotações”, disse Tetsu Emori, gestor de fundos de commodities na Astmax.