Exportação de soja prevê recorde de 70 milhões de toneladas

Exportação brasileira teve alta de dois por cento frente o registrado no ciclo anterior

São Paulo – O Brasil deve exportar um recorde de 70 milhões de toneladas de soja no ano comercial 2018/19 (fevereiro de 2018 a janeiro de 2019), alta de 2 por cento frente o registrado no ciclo anterior, projetou nesta sexta-feira a Safras & Mercado.

A previsão da consultoria foi feita após agentes do mercado apostarem em embarques mais fortes pelo país dada a forte seca na Argentina. A quebra de safra na nação vizinha, terceiro maior produtor da oleaginosa, tende a levar importadores a buscarem a commodity no Brasil, líder mundial em vendas.

A Safras, que também prevê uma colheita recorde de mais de 117 milhões de toneladas neste ano no Brasil, projeta um esmagamento de 43 milhões de toneladas em 2018/19, um aumento de 4 por cento ante a temporada anterior.

Em relação ao ciclo 2018/19, os estoques finais deverão subir 36 por cento, passando para 5,046 milhões de toneladas, segundo a consultoria.

Quanto aos derivados, a Safras trabalha com uma produção de 32,725 milhões de toneladas de farelo de soja (+4 por cento) e 8,5 milhões de toneladas de óleo.