Brasil está ainda mais dependente das commodities

Exportação de commodities correspondeu a 6,5% do PIB brasileiro em 2015; cinco anos antes, parcela era de 5,6%

Um novo relatório da Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento (UNCTAD) revelou que o peso das commodities no PIB brasileiro aumentou, mostrando que a economia está menos diversa em termos de produtos para exportação. Apesar da alta, de 5,6% para 6,5% em cinco anos, e com as exportações desse tipo de produto chegando a 132 bilhões de dólares em 2015, o Brasil ainda é o país menos dependente de commodities da América do Sul. Abaixo, veja mais detalhes sobre a pesquisa State of Commodities 2016, publicada pela ONU em outubro deste ano.