Brasil e Reino Unido assinam acordos para parcerias

No âmbito do Programa Ciência sem Fronteiras, foram assinados três acordos, um deles amplia para 10 mil o número de estudantes brasileiros que serão beneficiados

Brasília – O Brasil e Reino Unido assinaram hoje (28) seis acordos para cooperação bilateral nas áreas econômica, educacional e cultural. Os atos foram assinados após reunião de trabalho, no Palácio do Planalto, entre a presidente Dilma Rousseff e o primeiro-ministro do Reino Unido, David Cameron, que está em visita oficial ao Brasil.

Um dos acordos prevê a troca de informações sobre preparação de megaeventos esportivos. A ideia é usar a experiência britânica na organização dos Jogos Olímpicos de Londres na edição dos Jogos no Rio de Janeiro, em 2016. O intercâmbio vai incluir informações sobre o legado, como obras de transporte, mobilidade e infraestrutura esportiva.

No âmbito do Programa Ciência sem Fronteiras, foram assinados três acordos, um deles amplia para 10 mil o número de estudantes brasileiros que serão beneficiados com bolsas para estudar no Reino Unido até 2015. Outro acordo firma uma parceria entre a Universidade Federal do Rio Grande do Sul e BG Group para o desenvolvimento de pesquisas por alunos de doutorado das duas universidades, com bolsas financiadas pelo grupo britânico.

A Universidade de Brasília e a British Petroleum (BP) também assinaram convênio com objetivo de desenvolver estudos e pesquisas na área de exploração de petróleo e gás, especificamente na Bacia do Rio Parnaíba.

Também foi fechado um acordo que vai permitir que coproduções cinematográficas gozem dos benefícios governamentais normalmente concedidos a filmes nacionais.

É a primeira vez que David Cameron visita o Brasil. O chefe de governo do Reino Unido subiu a rampa do Palácio do Planalto por volta de 14h30. Depois teve uma reunião com a presidente Dilma Rousseff, que durou mais de uma hora e meia.

Os ministros das Relações Exteriores, Antonio Patriota, da Educação, Aloizio Mercadante, da Ciência e Tecnologia e Inovação, Marco Antonio Raupp, da Cultura, Marta Suplicy, do Desenvolvimento, Indústria e Comércio, Fernando PimenteL e o assessor especial para Assuntos Internacionais da Presidência da República, Marco Aurélio Garcia, participaram da recepção ao primeiro-ministro britânico.