Bolsonaro chega à Câmara para evento religioso, de olho na Previdência

Presidente irá a solenidades religiosas no começo da manhã desta quarta; expectativa é que votação da reforma da Previdência comece às 10h30

Brasília — O presidente Jair Bolsonaro chegou pouco antes das 9h desta quarta-feira, 10, à Câmara dos Deputados, onde participa de um culto da Frente Parlamentar Evangélica ministrado pelo ministro da Secretaria de Governo, general Luiz Eduardo Ramos. O novo articulador político do governo é evangélico e frequentador da Igreja Batista.

O presidente entrou na Câmara sem falar com a imprensa. Na chegada ao auditório Nereu Ramos, no entanto, ao ser questionado pelo Broadcast Político sobre se vai aproveitar a ida à Câmara para se reunir e discutir pontos da proposta de reforma da Previdência com deputados, Bolsonaro disse, em tom de brincadeira, que já está entre parlamentares. “A discussão está com eles, a bola está com eles”, afirmou o presidente.

A agenda de Maia mostra que ele acompanha Bolsonaro na cerimônia de encerramento do semestre da Frente Parlamentar Evangélica, no auditório Nereu Ramos. Depois, os dois estarão na sessão solene em homenagem aos 42 anos da Igreja Universal do Reino de Deus, que será realizada no plenário Ulysses Guimarães.

A expectativa é começar a votar a reforma hoje. São necessários 308 votos para aprovar a reforma no primeiro turno na Câmara. Pela manhã, Bolsonaro disse estar confiante na aprovação da proposta em dois turnos pela Câmara, antes do recesso parlamentar, que começa em 18 de julho.