Bolsonaro garante que CPMF não faz parte de proposta da reforma tributária

Segundo o presidente, a ideia do governo federal é fazer uma reforma tributária apenas simplificando os impostos federais

BRASÍLIA (Reuters) – O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta sexta-feira que a CPMF não voltará e novos impostos não serão criados na proposta de reforma tributária do governo, mas disse que o Congresso tem seu próprio projeto para o tema.

“Não criaremos nenhum novo imposto. A reforma (tributária) que está lá é do Parlamento, não é nossa”, disse Bolsonaro em um café da manhã com jornalistas de agências internacionais.

Segundo o presidente, a ideia do governo federal é fazer uma reforma tributária apenas simplificando os impostos federais, sem envolver arrecadação de estados e municípios. “Isso não dá certo”, afirmou.

O presidente disse ainda que a proposta do governo pode fundir quatro ou cinco impostos, mas assegurou que a “CPMF de volta, não”.