Bolsonaro diz que Trump desistiu de tarifa sobre aço brasileiro

Já Trump publicou no Twitter que teve uma ótima conversa com Bolsonaro em que comércio foi discutido, mas não mencionou tarifas

São Paulo – O governo de Donald Trump desistiu de aplicar novas tarifas sobre o aço brasileiro, disse Jair Bolsonaro nesta sexta-feira (20).

A notícia foi dada pelo presidente em transmissão ao vivo nas redes sociais ao lado do chanceler Ernesto Araújo e de Filipe Martins, assessor especial da Presidência da República.

Bolsonaro disse que recebeu uma ligação de cerca de 15 minutos do presidente americano nesta tarde e que após a conversa “ele se convenceu dos meus argumentos”.

Trump publicou logo em seguida que teve uma ótima conversa com Bolsonaro na qual várias questões foram discutidas, inclusive comércio.

Ele afirmou que a relação entre os dois países nunca foi tão forte, mas não mencionou as tarifas.

Histórico

No início do mês, o presidente americano acusou Brasil e Argentina de influenciarem propositalmente suas taxas de câmbio, causando “uma desvalorização maciça de suas moedas”, e disse que taxaria a importação de aço e alumínio dos países. 

O Brasil é um dos principais exportadores de aço e alumínio para os Estados Unidos. Apesar de ter dito que a medida entraria em vigor imediatamente, as tarifas ainda não chegaram a ser efetivadas.

Há quem diga que a medida de Trump foi uma resposta ao acordo anunciado no meio do ano entre Mercosul e União Europeia. Os dois países latino-americanos também se tornaram recentemente fornecedores alternativos de soja e outros produtos agrícolas para a China, conquistando participação de mercado dos eleitores rurais dos EUA.

Veja o vídeo de Bolsonaro: