BNP Paribas fará empréstimo de R$ 2,9 bi para Rio quitar salários

O contrato prevê o pagamento em três anos, com 50% das ações da Cedae como garantia

O banco francês BNP Paribas autorizou um empréstimo de 2,9 bilhões de reais ao governo do estado do Rio de Janeiro para quitar os pagamentos atrasados de funcionários.

O empréstimo deve ser oficializado nesta sexta-feira (15) pelo Ministério da Fazenda, um depois de o banco e o governo terem assinado o acordo.

“Em três dias úteis, R$ 2 bilhões entrarão no caixa estadual e, depois, em até 60 dias, os R$ 900 milhões restantes. (…) Assim que recebermos os recursos, vamos passar para a conta dos servidores”, afirmou o ministro da Fazenda, Gustavo Barbosa, em um comunicado.

No começo de novembro, o BNP Paribas foi a única instituição financeira a responder a um pedido de oferta do governo do Rio.

O contrato prevê o pagamento em três anos, com 50% das ações da Cedae como garantia.

Mais de 200 mil funcionários do Rio não receberam seus salários de outubro e novembro, além do 13º de 2016.