BNDES destaca condições de financiamento de colocação de energia solar

Presidente do banco, Dyogo Oliveira, disse que objetivo é que pessoas possam usar a energia solar e, com isso, reduzir sua própria conta de energia

Brasília – O presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Dyogo Oliveira, afirmou, em entrevista no Palácio do Planalto, que a linha de crédito disponibilizada pelo banco para financiar a colocação de energia solar nas residências e empresas está disponível para pessoas físicas e jurídicas.

Segundo ele, os recursos são do fundo do clima e o objetivo é que as pessoas possam usar a energia solar e, com isso, reduzir a sua própria conta de energia e até gerar energia para o sistema.

“É uma linha com condições muito boas, com juros de até 4% ao ano, com prazo de 12 anos para pagar e com carência entre 3 e 24 anos. São condições que permitem que as parcelas, em muitos casos, seja até inferior ao custo que a pessoa tinha antes”, disse o presidente do BNDES após reunião com o presidente Michel Temer.

Segundo ele, o valor da linha não é problema e pode ser ampliado. “O acesso é que é relevante, que será feito pelos bancos repassadores do BNDES. Inicialmente os bancos públicos e mais a seguir vamos disponibilizar outra linha para serem usados pelos bancos privados também”, informou.

Veja também
Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Rodrigo Costa

    Acho muito importante expandir o acesso das pessoas a energia solar, principalmente porque o potencial de geração de energia solar do Brasil é enorme. É de graça e vale muito a pena investir. Aplicamos com a Cogera (www.cogera.com.br) e o sistema funciona mesmo. :)