BID empresta US$ 125 mi para São Bernardo do Campo

Dinheiro servirá para financiar tanto obras de infraestrutura, como para instalação e melhoria de elementos urbanísticos

Washington – O Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) anunciou nesta quinta-feira o empréstimo de US$ 125 milhões que serão destinados integralmente a melhorar a mobilidade urbana de São Bernardo do Campo, no sul de São Paulo.

Em comunicado, o BID indicou que o dinheiro servirá para financiar tanto obras de infraestrutura – a construção de 45 quilômetros de pista e de estações para os ônibus -, como para instalação e melhoria de elementos urbanísticos: calçadas, iluminação e garantia de acessibilidade universal, entre outros.

O programa, em colaboração com a Prefeitura de São Bernardo do Campo, que fornecerá por sua parte outros US$ 125 milhões, também procura assegurar ”maior segurança viária” mediante a adoção de um sistema de semáforos e placas.

”O projeto trará benefícios incalculáveis tanto para os usuários do transporte coletivo como para toda a população deste município de mais de 800 mil habitantes”, afirmou o chefe de equipe do projeto, Dalve Soria.

A potencialização do transporte público deve servir para reduzir a emissão de gases do efeito estufa, assim como para diminuir a taxa anual de acidentes na região, atualmente de 208 por cada 10 mil veículos.

Com estas medidas também espera-se que o tempo de viagem para os usuários do transporte coletivo reduza uma média de 25 %.

Os US$ 125 milhões emprestados pelo BID deverão ser devolvidos em um prazo de 25 anos com um período de carência de outros cinco anos e meio.