Crescimento apoia mercado de trabalho, diz Bernanke

Presidente do Fed disse que decisão de reduzir a compra de bônus mensal é devido "ao progresso significativo" no mercado de trabalho

Washington – O presidente do Federal Reserve, Ben Bernanke, disse que a decisão de reduzir a compra de bônus mensal em US$ 10 bilhões a partir de janeiro é, em grande parte, devido “ao progresso significativo” no mercado de trabalho. Bernanke afirmou que espera que no longo prazo esses sinais positivos continuem.

“Nós vimos um significativo progresso cumulativo no mercado de trabalho”, disse durante a conferência de imprensa após a reunião de dois dias do Fed. Ele ressaltou que a economia criou 2,9 milhões de postos de trabalho e a taxa de desemprego reduziu um ponto porcentual – para 7% – desde o último programa de compra de títulos do Fed em setembro de 2012.

Bernanke também acredita que o mercado de trabalho deve continuar com uma “confiança maior”. Segundo o presidente, a folha de pagamento tem crescido uma média de 200 mil por mês nos últimos meses e a taxa de desemprego caiu 0,6 pontos porcentuais em junho. Com as restrições fiscais provavelmente diminuindo e os gastos das famílias aumentando, os sinais apontam para a criação de novos postos de trabalho. Fonte: Dow Jones Newswires.