BCE mantém taxas em mínima recorde e avalia preços

Persistente fraqueza de preços na zona do euro vem alimentando preocupações quanto ao risco de deflação

Frankfurt – O Banco Central Europeu (BCE) manteve sua principal taxa de juros na mínima recorde de 0,25 por cento nesta quinta-feira, atendo-se à sua política apesar da persistente fraqueza de preços na zona do euro que vem alimentando preocupações quanto ao risco de deflação.

A decisão de deixar as taxas inalteradas era amplamente esperada, visto que o banco espera que a inflação acelere gradualmente na direção da meta de logo abaixo de 2 por cento. Entretanto, o BCE está atento à perspectiva de que a inflação fique estacionada em uma “zona de perigo”, abaixo de 1 por cento.

O BCE também deixou inalterada a taxa de depósito em zero e a de empréstimo em 0,75 por cento.