BCE ajuda a impulsionar índice europeu de ações

principal índice de ações europeias subiu hoje, após declarações do presidente do Banco Central Europeu e de resultados fortes do Carrefour

Londres – O principal índice de ações europeias subiu nesta quinta-feira depois de declarações do presidente do Banco Central Europeu (BCE), Mario Draghi, e de resultados fortes da rede de supermercados Carrefour e da gestora de fundos Schroders.

O índice FTSEurofirst 300, que reúne os principais papéis europeus, fechou com alta de 0,8 por cento, aos 1.569 pontos, após atingir a máxima desde novembro de 2007, de 1.572 pontos, enquanto Draghi estava falando.

Draghi disse que o programa de compra de ativos do BCE, marcado para começar na próxima segunda-feira, pode ser estendido para além de setembro de 2016 se necessário. Ele também rejeitou preocupações com a eventual dificuldade para encontrar vendedores para os títulos.

“Ele mostrou sua determinação em manter-se firme com o programa e rejeitou… o problema” de encontrar vendedores, disse o economista-chefe de ativos multimercado do BNP Paribas Investment Partners Joost Van Leenders.

“De uma maneira geral, é positivo para as ações”. O índice europeu de ações tem avançado desde o início do ano, impulsionado pela perspectiva do quantitative easing do BCE.

O FTSEurofirst 300 subiu 14 por cento em 2015, ultrapassando Wall Street, onde o índice Standard & Poor’s 500 subiu cerca de 2 por cento.

As ações do Carrefour subiram 2,4 por cento depois que a segunda maior varejista do mundo disse que aumentaria os gastos de capital este ano uma vez que busca fortalecer a retomada de seus hipermercados na Europa.

Os papéis da gestora britânica de fundos Schroders avançou 4,7 por cento após a empresa divulgar um salto melhor que o esperado em seu lucro antes de impostos de 2014, já que os fluxos de entrada líquidos mais que triplicaram, para 24,8 bilhões de libras.

. Em LONDRES, o índice Financial Times avançou 0,61 por cento, a 6.961 pontos.

. Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 1,00 por cento, a 11.504 pontos.

. Em PARIS, o índice CAC-40 ganhou 0,94 por cento, a 4.963 pontos.

. Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve avanço de 1,22 por cento, a 22.400 pontos.

. Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou alta de 0,66 por cento, a 11.124 pontos.

. Em LISBOA, o índice PSI20 subiu 1,72 por cento, a 5.636 pontos.