BC quer consumidor informado para melhorar atendimento

Segundo Feltrim, a atuação do BC associado ao Ministério da Justiça faz da defesa do consumidor uma política de estado

Brasília – O diretor de Relacionamento Institucional e Cidadania do Banco Central (BC), Luiz Edson Feltrim, disse hoje que “é preciso dar poderes ao consumidor para que tenha todas as informações ao seu alcance e assim tomar decisões de forma consciente”.

Ele participa do 9º Congresso do Sistema Nacional de Defesa do Consumidor, que debate a proteção do consumidor como instrumento de desenvolvimento econômico e social.

Segundo Feltrim, a atuação do BC associado ao Ministério da Justiça faz da defesa do consumidor uma política de estado.

Feltrim citou que o BC tem atuado para melhorar a qualidade de atendimento ao consumidor no sistema financeiro.

Ele destacou ainda que o BC trabalha na criação de um programa de capacitação de funcionários do Procon.