BC da Alemanha diz que economia do país deve se recuperar

A maior economia da zona do euro tem enfrentado dificuldades desde um primeiro trimestre excelente devido à queda na produção industrial

Frankfurt – A economia da Alemanha vai se recuperar nos próximos meses após um segundo trimestre fraco e qualquer impacto da decisão britânica de deixar a União Europeia no futuro próximo pode ser limitado, disse o banco central alemão em um relatório mensal nesta segunda-feira.

A maior economia da zona do euro tem enfrentado dificuldades desde um primeiro trimestre excelente devido à queda na produção industrial, encomendas fracas e recuo nas exportações, o que levanta dúvidas sobre suas perspectivas e sugere que a Alemanha pode estar sucumbindo a uma desaceleração global mais ampla.

Mas o Bundesbank rejeitou essas preocupações, argumentando que fatores pontuais estão contribuindo para o desempenho fraco e que a economia permanece com uma base sólida.

“Os fatores que conduziram a recuperação do mercado interno permanecem intactos, incluindo o excelente mercado de trabalho, aumento dos salários reais e uma política fiscal expansionista”, disse o banco central.

“A continuação favorável da confiança empresarial e doméstica sugere um respiro puramente temporário no segundo trimestre.”

O banco disse também que estimar o impacto da decisão britânica de deixar a UE é difícil por enquanto, mas acrescentou que, por enquanto, vê apenas um impacto limitado no curto prazo.