Bancos do Chipre abrirão na 5ª feira, ao invés de 3ª

O ministro das Finanças justificou a necessidade de ampliar o prazo de fechamento para garantir "o correto funcionamento do sistema bancário por completo"

Nicósia – Os bancos do Chipre abrirão suas portas na quinta-feira, e não hoje, como tinha anunciado o presidente do país, Nikos Anastasiadis, em mensagem transmitida pela televisão.

A contra-ordem veio pouco após a meia-noite local (19h de Brasília) em comunicado enviado pelo ministro das Finanças, Michalis Sarris, à agência de notícias cipriota “CNA”.

O ministro das Finanças justificou a necessidade de ampliar o prazo de fechamento para garantir “o correto funcionamento do sistema bancário por completo”.

A princípio, estava previsto que apenas o Banco do Chipre e o Banco Popular (Laiki) teriam sua reabertura adiada até quinta-feira.

Os dois citados bancos foram afetados pelo amplo plano de reestruturação estipulado na madrugada de segunda-feira pelo Eurogrupo, e por isso deverão levar alguns dias para adaptar seu software às novas exigências.

Os bancos do Chipre permanecem fechados desde 16 de março, e desde então o único acesso ao dinheiro depositado nessas instituições foi através dos caixas automáticos, embora com valor limitado.