Banco Mundial ajudará a fomentar projetos na Grécia

O BM se comprometerá financeiramente na Grécia através de seção dedicada ao setor privado, apesar de tradicionalmente se concentrar nos países de baixa renda

Washington – O Banco Mundial (BM) se comprometerá financeiramente na Grécia através de sua seção dedicada ao setor privado, apesar de tradicionalmente se concentrar nos países de baixa renda, informou nesta terça-feira um funcionário da instituição à AFP.

O banco já havia prestado assistência técnica à Grécia em 2012, quando o país de encontrava imerso em uma grave crise econômica, mas há décadas não dava apoio financeiro ao país.

“Nos planejamos um compromisso limitado na Grécia, a pedido das autoridades gregas”, disse à AFP Dimitris Tsitsiragos, diretor das operações internacionais na Sociedade Financeira Internacional (SFI).

A ajuda consiste no empréstimo de recursos a empresas privadas para que financiem projetos de desenvolvimento no país.

“Com tudo o que aconteceu nos últimos cinco anos, o impacto na economia, a queda do PIB, é interessante buscar oportunidades no marco de um compromisso limitado destinado a (…) fomentar a confiança dos investidores no país”, acrescentou Tsitsiragos.

Afastado dos mercados financeiros, a Grécia recebeu três planos de ajuda internacional em troca da adoção de medidas drásticas de austeridade.

Esta seção do BM, dedicada ao setor privado, em geral não intervém nos países em desenvolvimento, mas recebeu o apoio dos Estados-membros da instituição para comprometer-se com a Grécia, considerado um país em desenvolvimento, explicou Tsitsiragos.