Banco da Inglaterra mantém juro básico em 0,5%

BoE também manteve o volume de seu programa de compras de bônus soberanos em 435 bilhões de libras

Londres – O Banco da Inglaterra (BoE, na sigla em inglês) decidiu nesta quinta-feira manter sua taxa básica de juros em 0,5%, conforme previsto por analistas, após concluir reunião de política monetária.

No encontro anterior, no início de novembro, o BC inglês havia elevado a taxa de 0,25% para 0,50%, no primeiro aumento do juro básico em mais de uma década.

Também hoje, o BoE manteve o volume de seu programa de compras de bônus soberanos em 435 bilhões de libras.

Segundo ata da reunião do BoE, a decisão de deixar o juro básico em 0,5% foi unânime entre os nove integrantes de seu comitê de política monetária.

No documento, o BC inglês reiterou que futuros aumentos de juros ocorrerão em “ritmo gradual e limitado”.

Segundo o BoE, o Produto Interno Bruto (PIB) do Reino Unido deve crescer de forma modesta nos próximos anos. Para o quarto trimestre, a instituição prevê desaceleração da economia em relação aos três meses anteriores.

O BoE também repetiu que as negociações do “Brexit”, como é conhecido o processo para a retirada do Reino Unido da União Europeia, continuam a ter influência significativa na perspectiva econômica.

Ainda na ata, o BC inglês comentou que a inflação anual ao consumidor britânico está “perto do pico”, depois de ter atingido 3,1% em novembro, o maior nível desde março de 2012.

Na avaliação do BoE, os últimos planos fiscais e de gastos anunciados pelo ministro de Finanças do Reino Unido, Philip Hammond, devem ajudar a sustentar o crescimento e a inflação. Fonte: Dow Jones Newswires.