Banco Central reduz Selic para 9,00%, como era esperado

Autoridade monetária decidiu reduzir a taxa básica de juros em 0,75 ponto percentual

São Paulo – O Comitê de Política Monetária (Copom) continua reduzindo a Selic. Essa foi a sexta reunião consecutiva do Copom que decidiu diminuir a taxa básica de juros. Com o corte, a selic passou de 9,75% ao ano para 9,00%.

A redução foi decidida por unanimidade. A queda aproximou a Selic de seu piso histórico no Brasil, de 8,75%, entre julho de 2009 a abril de 2010

O corte reforça a política de relaxamento monetário que vem sendo adotada pelo Banco Central desde agosto de 2011. Com a redução de 0,75 pontos percentuais, o Comitê manteve a intensidade dos cortes. As quatro primeiras quedas foram de 0,5 ponto percentual. A última chegou a 0,75 ponto percentual (veja infográfico abaixo mostrando a evolução dos juros no governo Dilma).

Segundo o comunicado do Banco Central, emitido após o encontro, “o Copom considera que, neste momento, permanecem limitados os riscos para a trajetória da inflação. O Comitê nota ainda que, até agora, dada a fragilidade da economia global, a contribuição do setor externo tem sido desinflacionária. Diante disso, dando seguimento ao processo de ajuste das condições monetárias, o Copom decidiu, por unanimidade, reduzir a taxa Selic para 9,00% a.a., sem viés.”

O boletim Focus dessa semana já indicava que a expectativa do mercado era de que a Selic caísse para 9% – e permanecesse nesse patamar até o final do ano, subindo para 10% em 2013. O Banco Central elabora o boletim Focus com base em consultas feitas a instituições financeiras.

A ata do Copom será divulgada na quinta-feira da semana seguinte. A próxima reunião será realizada nos dias 29 e 30 de maio.